Motivações do projeto

Devemos estender a prática de divulgação ciêntífica. Em primeiro lugar, uma divulgação científica apenas do tipo, vou lá dou uma palestra vou embora (cujo potencial de tranformação de pessoas eu não duvído, pois sem Carl Sagan, talves não teriamos Richard Dawkins, e Neil Graysson Tysson),ou ainda ir la ensinar como se usa um equipamento, mas não como se faz? Ou ainda como se faz mas não como se usa? Todas essas práticas são incompletas sozinhas, pois sua complementariedade são evidentes e necessarias. É preciso realizarmos uma reflexão sobre, até que nível minha divulgação científica é transformadora? Digo, não seria mais eficiênte do ponto de vista de uma completa divulgação científica ir até uma comunidade, escola pública ou aldeia, que tenham interesse no assunto, dar uma oficina, por exemplo, de construção de um telescópio robótico, ensinar como se utiliza ele e o software para observações e pesquisas, deixar um telescópio com eles + os manuais de tudo isso, e ao longo de todo esse processo (do início ao fim) ir falando da importancia destes equipamentos para a Astronomia ao mesmo tempo que se fala de Astronomia? Acredito que um ponto forte deste projeto é, o potencial de transformações mais sólidas e permanentes. Ensinar os alunos a desenvolverem sua proatividade, autonomia e colaboração(sem competitividade) através da educação emancipatória, ou seja o empoderamento da prática/teoria de ciencia aberta e cidadã.

Estamos nos baseando em um projeto já existente da OPEN SPACE AGENCY [1], ainda assim, vamos não só colaborar com o projeto mas melhora-lo. Objetivamos desenvolver o espelho primário (e se conseguirmos o secundário também), ajudaremos no desenvolvimento de um software livre, Stellarium ou Kstars (ainda decidiremos qual) dando uma finalidade a mais para eles, operar um telescópio robótico através de um pacote. Além disso desenvolveremos manuais didáticos de fabricação de todo o projeto, incluindo impressão 3D, prototipagem de um PCI com esquemáticos de todo o circuito, descrição do código do software, manual de como usar o Telescópio Robótico, Stellarium (ou Kstars).

Utilizaremos este equipamento para tornar cada vez mais acessível o uso de telescópios em comunidades, escolas técnicas, colégios, eventos culturais e de disseminação do conhecimento livre, abaixando muito o custo e a dificuldade de fabricação de um telescópio, sem perder a qualidade. O que permitirá estender a prática educacional que envolve acessibilidade/oportunidades + teoria/prática (faça você mesmo, ensine para alguém, veja ele fazendo e dento do possível também procure aprender com esta pessoa).

[1] É um agencia spacial aberta qu acredita na democratização da teoria/pratica da ciência e tecnologia. Tem como objetivos i) contribuir para melhores condições de bem estar das pessoas, ii)popularização de equipamentos tecnológicos para emancipação das pessoas o que a longo prazo poderá culminar em uma exploração espacial cidadã.