Galileu Júnior - CTA Jr.

Trata-se do desenvolvimento de um novo equipamento de coleta de dados (versão cronômetro), tornando-o mais simples, de fácil confecção e locomoção. Também pretende-se aprimorar as programações buscando documentá-las, tornando o seu entendimento melhor explicando funções e o funcionamento do fluxo do algoritmo, visto que os códigos anteriores não possuem muitos comentários.


Protótipo

O primeiro movimento sugerido e acatado pelo grupo de trabalho, visando a simplificação e redução de componentes do aparato antigo foi a eliminação dos suportes de PVC, e juntamente com eles, a necessidade de soldar os sensores (infravermelho e receptor) à uma plaquinha de cobre, evitando assim a possibilidade de mal contato. Para tanto, serão feitos 12 furos no próprio trilho de alumínio, pareados frente-a-frente, separados a cada 15 cm. Feito isso, encaixa-se os sensores nesses furos e cola-se com uma fita adesiva por fora para garantir a fixação.

Outro movimento focado na otimização do aparato e tornar fácil o deslocamento do mesmo (de uma sala para outra por exemplo). Para isso utilizaremos blocos de madeira de tamanhos distintos para simplesmente encaixá-los na estrutura, desprezando a necessidade de uma barra roscada aliada a porcas que desalinhavam conforme o uso do aparato, assim, será alterada a maneira de variar a inclinação.


Histórico