News

Suporte CTA: Atividades CTA no UFRGS Portas Abertas

Added by Rafael Pezzi about 6 years ago

O Centro de Tecnologia Acadêmica preparou as seguintes atividades para receber os visitantes do UFRGS portas abertas no sábado, 17 de Maio de 2014. Todos estão convidados a participar.

Oficina de Introdução ao Arduíno

Hora: 9h00min às 12h00min
Sala H114
Resumo: Características básicas e programação do Arduino. Elementos básicos de tecnologia digital, entradas analógicas, circuitos eletrônicos, comunicação serial.

Oficina de Montagem de Estações Meteorológicas

Hora: 14h00min às 16h00min
Sala H114
Resumo: Oficina de montagem de sistemas para construção de uma estação metereológica utilizando arduino, sendo desenvolvida pelo Centro de Tecnologia Acadêmica do Instituto de Física.

Demonstração de Instrumentos Científicos Abertos

Ao longo do dia nos corredores do Instituto de Física
Resumo: Apresentação de instrumentos científicos de código aberto: detecção de radiação, estação meteorológica, eletrocardiógrafo.

Modelagem e Impressão 3D

Ao longo do dia nos corredores do Instituto de Física
Resumo: modelagem básica de peças 3D utilizando software livre, demonstração de impressão de peças plástica em impressora 3D de código aberto.

Oficina de análise espectral de instrumentos musicais e voz

Ao longo do dia nos corredores do Instituto de Física
Resumo: Demonstração de física de ondas, aplicações em instrumentos musicais, análise espectral de sinais utilizando o LabFis.

As demais atividades do Instituto de Física no UFRGS portas abertas está disponível neste link.

Atualização 23 de Maio: As fotos do evento podem ser vistas [[CTA_no_UFRGS_Portas_Abertas_2014|aqui]].

Suporte CTA: CTA comemora os 10 anos do Arduino em 2014

Added by Renan da Silva over 6 years ago

No dia 29 de março próximo, décimo aniversário do projeto Arduino, o Centro de Tecnologia Acadêmica se junta à comunidade internacional nas comemorações do Arduino Day. Todos estão convidados para participar de oficinas, demonstrações e conversas sobre tecnologias livres, Recursos Educacionais Abertos, Ciência Aberta e Cidadã.

Durante todo o dia, teremos atividades voltadas para todos os públicos, estudantes de professores de todos os níveis. Pela manhã ocorrerão oficinas de introdução ao Arduino, apresentando os elementos físicos e de programação do Arduino, linguagem C, conexão de sensores, comunicação com o computador. Durante a tarde teremos oficinas aplicadas, palestras, conversas para todos os públicos e demonstrações de impressão 3D.

O evento será realizado no Campus do Vale da UFRGS, em Porto Alegre. Salas 204 e 211 do Prédio O (43135).

Para conferir a programação e saber mais sobre como se inscrever e como chegar visite a página do evento no site do CTA.

Suporte CTA: Alunos do CAp ganham prêmios com projeto do CTA

Added by Tatiana Pereda over 6 years ago

Os alunos Ariel Vilhalva Alves de Medeiros (Segundo ano do ensino médio) e Taylor Fernandes Cunha (Primeiro ano do ensino médio) foram premiados com o 4o lugar nacional na 1ª Feira Brasileira de Ciência e Tecnologia dos Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas (1ª FEBRAT). Cada aluno receberá uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior do CNPq para o ano de 2014. Emanuel Thiel Pacheco (Segundo ano do ensino médio), Giovanni Avila Marcolin (Terceiro ano do ensino médio) e Renan Martins Girardi (Segundo ano do ensino médio) receberam destaque no Salão Jovem da UFRGS de 2013 com o projeto: Desenvolvimento de estações meteorológicas baseadas em hardware e softwares livres.

Todos participam do projeto Estações Meteorológicas Modulares iniciado no Centro de Tecnologia Acadêmica (CTA) do Instituto de Física da UFRGS e visa a o estudo e desenvolvimento de instrumentação científica e educacional de código aberto, de baixo custo com vistas à formação de uma rede de ciência cidadã para pesquisas climáticas e ambientais.

Mais informações sobre as premiações podem ser conferidos aqui. O projeto é financiado pelo CNPq.

Suporte CTA: CTA promove I Semana de Tecnologia Acadêmica

Added by Rafael Pezzi almost 7 years ago

O Centro de Tecnologia Acadêmica promove, a partir da próxima terça-feira (14/10), a Primeira Semana de Tecnologia Acadêmica. Esta tem como objetivos a integração dos participantes do CTA, preparação às atividades da semana acadêmica ao mesmo tempo em que oferece uma oportunidade para alunos e professores conhecerem o andamento das atividades do CTA visando que os esforços futuros sejam melhor direcionados de acordo com os objetivos do Centro.

Serão realizadas sessões de exposição de trabalhos e uma mesa redonda para discutir o Desenvolvimento de instrumentação científica e educacional.

Uma vez que o debate sobre investimentos nos laboratórios de ensino foi retomado dada a possibilidade de aquisição de equipamentos importados de alto custo, difícil manutenção, de interação limitada e alta especificidade, e reconhecendo a carência de equipamentos adequados, em número e qualidade, para suprir as necessidades das atividades dos laboratório de física experimental básica, estamos buscando alternativas. Neste contexto, convidamos a comunidade da UFRGS para discutir esta questão durante a mesa redonda.

Mais informações sobre horários e a programação oficial confira a página do evento aqui.

LabFis: Lançamento do LabFis 0.11

Added by Rafael Pezzi about 7 years ago

Lançada a versão do [[LabFis 0.11]], baseada no Debian Wheezy. A grande novidade desta versão é que esta permite a gravação de arquivos no Pendrive. Consiste de uma verdadeira instalação do GNU/Linux em um pendrive de 8 GB para uma completa experiência de um sistema GNU/Linux instalado.

Está disponível com dois ambientes gráficos: Gnome3 e xfce.

Inclui programas utilizados comumente em laboratórios de pesquisa e disciplinas de física computacionais, gráficos e animações, e programas complementares como o Scratch for Arduino e o Processing.

Mais maiores informações sobre o LabFis 0.11 consulte a página oficial do lançamento.

Estamos a procura de uma solução que realize a transformada rápida de Fourier do sinal de entrada da placa de som compatível com o Debian Wheezy. Se estiver interessado em contribuir, entre em contato.

Suporte CTA: Relatório da Royal Society sobre Ciência Aberta

Added by Rafael Pezzi about 7 years ago

A Royal Society Britânica publicou um relatório sobre Ciência como um empreendimento aberto - Science as an Open Enterprise.

Inicia afirmando que "Investigação aberta está no coração do empreendimento científico". O relatório afirma também que "a internet fornece um condutor de novas maneiras de colaboração e comunicação para redes de cientistas profissionais e amadores, podendo pavimentar o caminho para uma segunda revolução de ciência aberta, tão grande como a iniciada pela criação dos primeiros jornais científicos".

São feitas algumas recomendações explicitas como

  • Cientistas devem comunicar os dados que coletam e os modelos que criam;
  • Universidades e institutos de pesquisa devem exercer um papel de destaque no apoio de uma cultura de dados abertos;
  • Avaliações de pesquisas universitárias devem recompensar o desenvolvimento de dados abertos nas mesmas escalas que artigos em jornais e outras publicações, e deve incluir métricas que incentivem métodos colaborativos de trabalho;
  • Governos devem reconhecer o potencial de dados abertos e ciência aberta para aprimorar a excelência da ciência de base.

O relatório completo pode ser encontrado no site da Royal Society

Estação meteorológica modular: CTA oferece Oficina de Estações Meteorológicas

Added by Rafael Pezzi over 7 years ago

No sábado 18 de Maio de 2013, durante o UFRGS Portas Abertas, ocorre a I Oficina de Montagem de Estação Meteorológica utilizando o hardware livre Arduino.

É uma iniciativa promovida pelo Centro de Tecnologia Acadêmica (CTA) que envolve professores do Instituto de Física e do Colégio de Aplicação, alunos de Engenharia Física e pesquisadores do Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia (CEPSRM). Esta é uma oportunidade para, além de conhecer o funcionamento de uma estação de coleta de dados de sensores, de se familiarizar com os métodos de desenvolvimento de projetos envolvendo hardware e software livres do CTA. Após a oficina você saberá como acompanhar e participar do desenvolvimento de uma rede de sensores que tem como objetivo o monitoramento climático e ambiental do ambiente onde vivemos.

Público alvo: estudantes e professores interessados em meteorologia e meio ambiente. É desejável familiaridade com o Arduino.

Vagas: 30 - informações sobre inscrição aqui
Data: 18/05/2013
Hora: 14h às 16h
Local: Sala 104 do Prédio H (43135)

  • Breve introdução ao Arduino
  • O que é uma estação meteorológica?
  • Leitura de sensores com o Arduino
    • Temperatura com o LM35
    • Pressão com o BMP035
    • Umidade Relativa do Ar DHT11/DHT22

Cada bancada da oficina disporá de um computador, um arduino, peças e sensores para montagem de protótipo da estação.

Para inscrições e mais informações acesse a página da Oficina no Site do CTA

Suporte CTA: CTA traduz Licença CERN de Hardware Aberto.

Added by Tatiana Pereda over 7 years ago

Nos dias de hoje, as formas de licenciamento dos materiais de suporte ao conhecimento adquirido na universidade são tão importantes quanto a sua qualidade, uma vez que é o licenciamento que vai orientar como os materiais de suporte poderão ser utilizado pelo profissional ao ingressar no mercado profissional. Neste sentido é fundamental a compreensão das formas licenciamento de obras intelectuais, utilizadas como material de apoio em todas as áreas do conhecimento.

Obras licenciada de maneira permissiva, que permitem a criação de derivações, são muito mais interessantes para os alunos e para os professores pois permitem que estes se apropriem efetivamente deles. Isto compõe o que a UNESCO chama de Recursos Educacionais Abertos, definido como:

“Recursos Educacionais Abertos são materiais de ensino, aprendizado e pesquisa em qualquer suporte ou mídia, que estão sob domínio público, ou estão licenciados de maneira aberta, permitindo que sejam utilizados ou adaptados por terceiros. O uso de formatos técnicos abertos facilita o acesso e o reuso potencial dos recursos publicados digitalmente. Recursos Educacionais Abertos podem incluir cursos completos, partes de cursos, módulos, livros didáticos, artigos de pesquisa, vídeos, testes, software, e qualquer outra ferramenta, material ou técnica que possa apoiar o acesso ao conhecimento.”

Unesco/Commonwealth of Learning com colaboração da Comunidade REA-Brasil

Para alunos de áreas científicas e tecnológicas o licenciamento aberto dos equipamentos utilizados em laboratórios de ensino trazem uma nova dimensão para as possibilidades de criação em cima do que aprendem e usam. O CERN (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear), em um movimento inédito, está licenciando instrumentos desenvolvidos para dar suporte aos seus aceleradores e experimentos científicos de maneira aberta (veja aqui), tendo inclusive composto uma Licença de Hardware Aberto que garante quatro liberdades fundamentais para quem utiliza seus projetos ou seus derivados, as liberdades de utilizar, estudar, modificar e distribuir os equipamentos.
Para que os falantes da língua portuguesa possam entender melhor os termos da Licença de Hardware Aberto do CERN, o Centro de Tecnologia Acadêmica lança a primeira tradução não oficial desta licença. Com isto, a tradução é apontada na Wiki da Licença CERN de Hardware Aberto sendo a primeira a constar na página.

Esta é uma conquista para os criadores do site e uma possível semente que abrirá muitas mais portas aos criadores, colaboradores e usuários do CTA.

A tradução pode ser conferida aqui e foi realizada por Tatiana Pereda com a revisão de Rafael Pezzi

Blender Topográfico: Curso qualifica professores em animação topográfica

Added by Rafael Pezzi over 7 years ago

Fonte: Secretaria Municipal de Educação - Porto Alegre

Professores, coordenadores e estagiários do Laboratório de Inteligência do Ambiente Urbano (LIAU) participaram na tarde de quinta-feira, 6, da 1ª Oficina de Animação Topográfica, sob orientação do professor Rafael Pezzi, do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Na oficina, ocorreu introdução e apresentação do tema, explicação de como iniciar um computador a partir do pendrive, conhecimentos do Blender, com navegação na interface, e criação de animação em Porto Alegre.

"Estamos iniciando a formação do grupo de professores e estagiários do LIAU com o uso de recursos educacionais abertos, em especial das tecnologias de informação e comunicação, para potencializar as ações desse grupo. O uso desses recursos permite com que as pessoas possam complementar o trabalho umas das outras. Pretendemos construir animação com sobrevoos por todas as escolas que possuem Liau", explicou Andréa Ketzer Osorio, assessora de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação.

A oficina terá segunda edição em 2013, na edição anual do curso de formação para educadores do Liau.

Participaram dessa edição as professoras Josane Magnus Lisboa, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Aramy Silva, Helena Velazquez, da EMEF São Pedro, e Gládiz Uzun, da EMEF Afonso Guerreiro Lima, além dos estagiários Jéssica Marteganha, das EMEFs Aramy Silva e Presidente Vargas, Francisco Fagundes, da EMEF Rincão, Marcelo Santos dos Santos, da EMEF Afonso Guerreiro Lima, e Vinicius Vignol,das EMEFs São Pedro e Saint’ Hilaire, assim como alunos voluntários do LIAU.

Texto de: Tiago Nequesaurt
Edição de: Álvaro Luiz Oliveira Teixeira
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Suporte CTA: Criado composto condutor para impressão 3D de eletrônicos

Added by Rafael Pezzi over 7 years ago

Engineers pave the way towards 3D printing of personal electronics

Scientists are developing new materials which could one day allow people to print out custom-designed personal electronics such as games controllers which perfectly fit their hand shape.

The University of Warwick researchers have created a simple and inexpensive conductive plastic composite that can be used to produce electronic devices using the latest generation of low-cost 3D printers designed for use by hobbyists and even in the home.

The material, nicknamed ‘carbomorph’, enables users to lay down electronic tracks and sensors as part of a 3D printed structure – allowing the printer to create touch-sensitive areas for example, which can then be connected to a simple electronic circuit board.

So far the team has used the material to print objects with embedded flex sensors or with touch-sensitive buttons such as computer game controllers or a mug which can tell how full it is.

The next step is to work on printing much more complex structures and electronic components including the wires and cables required to connect the devices to computers.

The research was led by Dr Simon Leigh in the School of Engineering at the University of Warwick.An example of how carbomorph can be used

Dr Leigh said: “It’s always great seeing the complex and intricate models of devices such as mobile phones or television remote controls that can be produced with 3D printing, but that’s it, they are invariably models that don’t really function.

“We set about trying to find a way in which we could actually print out a functioning electronic device from a 3D printer.

“In the long term, this technology could revolutionalise the way we produce the world around us, making products such as personal electronics a lot more individualised and unique and in the process reducing electronic waste.

“Designers could also use it to understand better how people tactilely interact with products by monitoring sensors embedded into objects.

“However, in the short term I can see this technology having a major impact in the educational sector for example, allowing the next generation of young engineers to get hands-on experience of using advanced manufacturing technology to design fairly high-tech devices and products right there in the classroom.”

The printed sensors can be monitored using existing open-source electronics and freely available programming libraries.

A major advantage of using 3D printing is that sockets for connection to equipment such as interface electronics can be printed out instead of connected using conductive glues or paints.

This research is detailed in the study, A simple, low-cost conductive composite material for 3D printing of electronic sensors, published in the open-access journal PLOS ONE.

The research was funded by the EPSRC project: Novel 3D Printing Technologies for Maximising Industrial Impact (Subproject # 30821) and by the EPSRC UK Research Centre In Nondestructive Evaluation.

Fonte: http://www2.warwick.ac.uk/newsandevents/pressreleases/engineers_pave_the/

Artigo original:

A Simple, Low-Cost Conductive Composite Material for 3D Printing of Electronic Sensors. PLoS ONE 7(11): e49365.
Leigh SJ, Bradley RJ, Purssell CP, Billson DR, Hutchins DA (2012)

http://www.plosone.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pone.0049365

« Previous 1 ... 4 5 6 7 8 Next »

Also available in: Atom