Reunião do GT1 Neurociências - 13/09/2018 às 9h00

Added by Luís Estradioto about 3 years ago

Data: Quinta-feira, 13 de setembro de 2018, 9h00
Local: Centro de Tecnologia Acadêmica IF/UFRGS Veja o mapa

Pauta

  • Conversa sobre entendimento dos protocolos de estimulação neuronal fornecidos pela profª Elisa
  • Início do planejamento dos próximos estudos e tarefas

Replies (3)

RE: Reunião do GT1 Neurociências - 13/09/2018 às 9h00 - Added by Luís Estradioto about 3 years ago

Ata

  • Profª Elisa foi incluída no espaço do projeto no site do CTA
  • Debateu-se sobre os protocolos Basal e Shock
  • Dúvidas a serem tiradas com a profª Elisa:
    • Protocolos devem ser regulados por número de trens de pulso ou tempo de duração dos protocolos? Pensa-se que o protocolo Basal deve ser regulado pelo tempo de duração e o protocolo Shock deve ser regulado pelo número de trens de pulso
    • O que será medido para constatar o funcionamento dos estímulos nos tecidos neuronais?
    • Qual teste mais simples seria necessário para saber se a corrente suprida pela fonte ao tecido é suficiente? (Para se poder saber se a fonte com compliância de 10V é necessária para gerar os estímulos). Um teste com tempos fixos de protocolo Basal e Shock seria suficiente para os testes?
    • Checar se as faixas de valores dos parâmetros dos protocolos são suficientes:
      • Protocolo Basal:
        • Largura de pulso de 20us a 100us
        • Intervalo entre pulsos de 1ms a 100ms
        • Intervalo entre trens de pulsos de 0,1s até 100s
        • Duração do treino de 5min até 15min
      • Protocolo Shock:
        • Largura de pulso de 20us a 100us
        • Intervalo entre pulsos de 0,1ms a 100ms
        • Intervalo entre trens de pulso de 0,1s a 100s
        • Número de pulsos de 1 a 30 estímulos
        • Número de trens de pulso de 1 a 15 trens
  • Planejamento dos próximos passos:
    • Compreender requisitos para teste simples do estimulador (aguardar profª Elisa responder as dúvidas)
    • Produzir firmware de teste com parâmetros de protocolo variáveis, podendo gerar protocolos Basal e Shock
    • Testar sistema com osciloscópio, observando resposta da fonte
    • Testar sistema aplicando estímulos ao tecido

Presentes: Leonardo B., Gabriela P., Luís Eduardo E., Víctor G.;

RE: Reunião do GT1 Neurociências - 13/09/2018 às 9h00 - Added by Maria Elisa Calcagnotto about 3 years ago

Protocolos devem ser regulados por número de trens de pulso ou tempo de duração dos protocolos?
Pelos dois

Pensa-se que o protocolo Basal deve ser regulado pelo tempo de duração e o protocolo Shock deve ser regulado pelo número de trens de pulso
Eu nao entendi o que vc quer dizer com isso

O que será medido para constatar o funcionamento dos estímulos nos tecidos neuronais?
A amplitude da resposta ao estímulo

Qual teste mais simples seria necessário para saber se a corrente suprida pela fonte ao tecido é suficiente? (Para se poder saber se a fonte com compliância de 10V é necessária para gerar os estímulos). Um teste com tempos fixos de protocolo Basal e Shock seria suficiente para os testes?
Eu nao entendo o que qier dizer com tempo fixo de protocolo basal

Checar se as faixas de valores dos parâmetros dos protocolos são suficientes:
Protocolo Basal:
Largura de pulso de 20us a 100us
Intervalo entre pulsos de 1ms a 100ms
Intervalo entre trens de pulsos de 0,1s até 100s
Duração do treino de 5min até 15min

O protocolo basal parece coerente com as variações possíveis mas a largura do pulso seria melhor se se estendesse ate 1000us e pudessemos variar conforme o caso

Protocolo Shock:
Largura de pulso de 20us a 100us (aqui tambem seria melhor se forre de 20 a 1000us)
Intervalo entre pulsos de 0,1ms a 100ms
Intervalo entre trens de pulso de 0,1s a 100s
Número de pulsos de 1 a 30 estímulos
Número de trens de pulso de 1 a 15 trens

No protocolo de shock a largura do pulso seria melhor se se estendesse ate 1000us e pudessemos varias conforme o caso

Lembrar que depois deste protocolo que vcs chamaram de shock, temos que voltar para o protocolo basal e permanecer nele por mais uma hora pelo menos

RE: Reunião do GT1 Neurociências - 13/09/2018 às 9h00 - Added by Luís Estradioto about 3 years ago

Protocolos devem ser regulados por número de trens de pulso ou tempo de duração dos protocolos?
Pelos dois

  • Resposta: Ok, será feita a opção de regular os protocolos pelas duas maneiras.

Pensa-se que o protocolo Basal deve ser regulado pelo tempo de duração e o protocolo Shock deve ser regulado pelo número de trens de pulso
Eu nao entendi o que vc quer dizer com isso

  • Resposta: Conforme tu respondeste, será feita a opção de regular os protocolos tanto pelo tempo de duração como pelo número de trens de pulso, a critério do usuário.

Qual teste mais simples seria necessário para saber se a corrente suprida pela fonte ao tecido é suficiente? (Para se poder saber se a fonte com compliância de 10V é necessária para gerar os estímulos). Um teste com tempos fixos de protocolo Basal e Shock seria suficiente para os testes?
Eu nao entendo o que qier dizer com tempo fixo de protocolo basal

  • Resposta: Por tempo fixo, quero dizer que para os testes posso fixar um tempo de por exemplo 10min em que o programa executa o protocolo Basal e após esse tempo ele executa o protocolo Shock durante por exemplo 60min. Isso tornaria o programa de testes mais simples por não haver possibilidade de pausar nem avançar o protocolo, para que possamos testar a fonte de corrente mais rápido e aí, após confirmar o funcionamento da fonte de corrente, focar na execução dos protocolos de maneira versátil, conforme o combinado.

Checar se as faixas de valores dos parâmetros dos protocolos são suficientes:
Protocolo Basal:
Largura de pulso de 20us a 100us
Intervalo entre pulsos de 1ms a 100ms
Intervalo entre trens de pulsos de 0,1s até 100s
Duração do treino de 5min até 15min

O protocolo basal parece coerente com as variações possíveis mas a largura do pulso seria melhor se se estendesse ate 1000us e pudessemos variar conforme o caso

Protocolo Shock:
Largura de pulso de 20us a 100us
Intervalo entre pulsos de 0,1ms a 100ms
Intervalo entre trens de pulso de 0,1s a 100s
Número de pulsos de 1 a 30 estímulos
Número de trens de pulso de 1 a 15 trens

No protocolo de shock a largura do pulso seria melhor se se estendesse ate 1000us e pudessemos varias conforme o caso

  • Resposta: Ok, essa necessidade será observada.

Lembrar que depois deste protocolo que vcs chamaram de shock, temos que voltar para o protocolo basal e permanecer nele por mais uma hora pelo menos.

  • Resposta: Certo.

(1-3/3)